Expedição Ushuaia/Fischer Brother’s Adventure

Postado em 20 de Setembro de 2016 por Sintia Zitzke Fischer


Era uma vez... Três irmãos e uma cunhada que estavam abalados pela perda da mãe e sogra e queriam passar um tempo juntos e tinham um sonho: “Conhecer a Patagônia!”...


Partida - Pelotas/RS

Assim, começa a história de uma viagem fantástica rumo ao “fim do mundo” e suas inúmeras atrações ao longo do caminho entre Pelotas e Ushuaia.

A expedição começou costeando o Oceano Atlântico, passando por várias cidades, sendo que a Patagônia começa na Península Valdez, onde é possível avistar baleias na época de setembro/outubro.

A região é rica em flora, que possui plantas resistentes ao clima árido da região, e fauna, que é uma atração à parte.


Patagônia - Fauna e Flora Diversificada

Por todo o caminho encontramos guanacos e avestruzes e entrando nas cidades, encontramos animais especiais como o curioso Pinguim de Magalhães no Parque Nacional de Punta Tombo, nadamos com os lobos marinhos em Puerto Madrin, avistamos as Toninas em Puerto San Julian e vislumbramos toda a majestade do Pinguim Rei no Parque Nacional Pinguim Rei, já na Patagônia Chilena.


Punta Tombo - Argentina - Pinguim de Magalhães


San Julian - Argentina - Praia de Pedras


Parque Nacional Pinguim Rei - Chile - Pinguim Rei

Em fim, chegamos a Ushuaia! Chamada de “fim do mundo” por ser a última cidade habitada antes da Antártica. A primeira vista da Cordilheira dos Andes é inexplicável, só sentindo pra entender!


Ushuaia - Argentina - Fim do Mundo

A cidade possui várias atrações como o Parque Nacional Terra do Fogo, passeios de barco para avistar a fauna marinha e flora locais, além da cidade ser encantadora e ficar entre a Cordilheira e o Oceano Pacífico.

É possível também fazer passeios pelo canal de Beagle e ver onde o Oceano Atlântico encontra o Pacífico.

Começamos o retorno, desta vez, costeando as Cordilheiras onde chegamos a Calafate!

Na cidade tem o Parque Nacional Los Glaciares, o qual fomos visitar. Neste parque é possível avistar o Glaciar Perito Moreno, outro local que parece surreal, inexplicável em palavras.


El Calafate - Argentina - Glaciar Perito Moreno

Este é o maior Glaciar do Parque e é superior a cidade de Buenos Aires em Km2.

Ainda em Calafate, fomos convidados a conhecer a Estância Nibepo Aike que fica dentro do Parque, onde acompanhamos a lida diária e após, jantamos com vista para as Cordilheiras.


El Calafate - Argentina - Estância Nibepo Aike

Ainda em Calafate, existem outros atrativos, como um museu que conta a história da Patagônia, um bar de gelo, caminhada sobre o Glaciar, entre outros.

O legal nesta expedição foi conhecer várias pessoas nos campings e seguidamente encontrá-las no próximo.

É importante frisar que o povo da Patagônia é super acolhedor e simpático.

No total foram 11.000 Km rodados em 26 dias que irão ficar para sempre em nossa memória.

Dicas:
Leve equipamento para camping, todas as cidades possuem locais para acampar;
Faça um roteiro sem datas pré definidas, pois o caminho reserva surpresas maravilhosas;
Abasteça sempre que encontrar um posto de combustível;


Acompanhe também

Youtube Instagram Facebook

Apoio

Edotec

Motobul


Inove Energias Renováveis


3TC


Postos Paulo Moreira


Virando Mundo